Na área de abrangência do Concelho de Ovar não se encontram ainda instalados centros de produção de energia renovável, sendo no entanto reconhecido o potencial de produção endógena de energia na região.

 

 

Na região do Baixo Vouga localizam-se diversas pequenas centrais hidroeléctricas (PCH), existindo ainda dois centros electroprodutores a biogás, uma central termoeléctrica a biomassa e um parque eólico. O Baixo Vouga contribui com cerca de 0,87% da produção de energia de origem renovável do país, destacando-se a produção de energia utilizando biomassa, como ilustrado nas figuras.

 

 


Sendo Portugal um dos países europeus com os mais altos níveis de radiação solar, a localização do Concelho de Ovar confere-lhe um elevado potencial de produção de energia fotovoltaica. O concelho de Ovar desfruta de excelentes condições para a conversão fotovoltaica com geração de índices de cerca de 1300 kWh/ano por cada kWp instalado, em condições ideais.